Sedu atende pedido da Feapaes-ES para a inclusão de profissionais de Educação na antecipação da vacina

foto destaque
Apae-ES
19 de abril de 2021
Feapaes-ES solicitou a inclusão dos profissionais de Educação das Apaes e coirmãs do estado na antecipação do processo de vacinação de prevenção contra o novo coronavírus.
A Federação das Apaes do Estado do Espírito Santo (Feapaes-ES) solicitou a inclusão dos profissionais de Educação das Apaes e coirmãs do estado na antecipação do processo de vacinação de prevenção contra o novo coronavírus. O pedido foi aceito pela Secretaria de Estado da Educação e, agora, a vacinação também englobará os profissionais dos CAEEs.

O presidente da Feapaes-ES, Vanderson Pedruzzi Gaburo, comemorou mais essa conquista diante do cenário de pandemia de covid-19. “É uma grande vitória, fruto de intensa articulação por parte da Federação e mais um passo que damos dentro das estratégias de gestão da pandemia”, diz Gaburo.

A antecipação deste grupo para a imunização acontecerá com a utilização de doses da reserva técnica encaminhadas pelo Ministério da Saúde. Devido ao quantitativo limitado, haverá um escalonamento quanto à idade e à categoria de trabalhadores e classe, com regras muito rígidas. Será um processo de vacinação com lista fechada, elaborada pelo comitê interinstitucional da Sedu e enviada à Secretaria de Estado da Saúde, que por sua vez, direcionará aos municípios essa relação contendo o nome de todos os profissionais que serão vacinados.

Veja abaixo como será o processo e quais ações devem ser feitas com URGÊNCIA por cada instituição:

1) Das regras dessa 1° etapa da vacinação
- Somente profissionais da Educação Básica;
- Inicialmente, apenas professores e pedagogos, da faixa etária de 50 a 59 anos e que estejam efetivamente atuando no AEE das instituições;
- Professores e pedagogos que estejam atuando em outras áreas ou atividades na instituição, mesmo que estejam na faixa etária, não podem ser incluídos;
- Professores e pedagogos, mesmo que estejam na faixa etária, que estejam em funções administrativas, não podem ser incluídos; 
- A Federação consolidará os nomes enviados pelas instituições e encaminhará à Sedu a lista dos profissionais aptos a se vacinarem nessa primeira etapa;
- A vacinação começará efetivamente na semana que vem com base na lista, que será atualizada a cada etapa da campanha.