Feapaes-ES participa de lançamento do programa Nota Premiada Capixaba

foto destaque
Apae-ES
02 de dezembro de 2021
Programa Nota Premiada Capixaba tem o objetivo de beneficiar as instituições sem fins lucrativos do Espírito Santo
Ontem (1), aconteceu a solenidade de lançamento do programa Nota Capixaba Premiada, que beneficia organizações da Sociedade Civil. Participaram do evento o presidente da Federação das Apaes do Estado do Espírito Santo, Vanderson Gaburo, o governador, Renato Casagrande, o deputado estadual, Doutor Hércules, e o coordenador do Núcleo do Terceiro Setor Otacílio Coser, Carlos Ajur, entre outras autoridades.

O programa Nota Premiada Capixaba tem o objetivo de beneficiar as instituições sem fins lucrativos do Espírito Santo, além de ajudar na arrecadação tributária do estado, através de um mecanismo que envolva e conscientize a sociedade capixaba sobre a importância de solicitar a nota fiscal e reverter benefícios para entidades das Organizações da Sociedade Civil que desenvolvem um relevante trabalho social.

O funcionamento do programa é simples. Ao se cadastrar no Programa a pessoa indica uma instituição, e ao realizar uma compra informando seu CPF na Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) ou na Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) o cidadão já está contribuindo para o desenvolvimento do nosso Estado, com instituições sociais cadastradas e ainda concorre a prêmios mensais e anuais em dinheiro. A entidade social sem fim lucrativo indicada no cadastro também receberá um prêmio extra equivalente a 50% do valor que for recebido pelo cidadão contemplado nos sorteios.

Vanderson Gaburo, comemorou o lançamento do programa. "Essa é uma importante ação de educação fiscal e conscientização tributária. Essa era uma luta antiga que hoje se torna realidade", contou Gaburo. Ele completa dizendo que é fundamental construir um ambiente de responsabilidade e de pleno entendimento da importância dos tributos para a execução das políticas públicas e que o ato consciente de exigir a nota fiscal contribui para minimizar a sonegação e para que haja mais investimentos. 

Gaburo também acredita que o programa vai além. Ao incluir as Organizações da Sociedade Civil como beneficiárias das premiações, ele incrementa uma nova fonte de receita para o Terceiro Setor e  estimula a responsabilidade social da população. "O contribuinte passa a ter um papel ativo, tanto no incremento da arrecadação quanto no auxílio ao trabalho desenvolvido por tantas organizações que desempenham um papel extremamente relevante para o Estado, nas mais diversas áreas. O programa nota premiada capixaba passar a ser uma importante ponte entre o cidadão e uma causa que ele pode apoiar. Isso é muito potente, completa.