Presidente da Feapaes reúne-se com Secretário de Educação

foto destaque
Apae-ES
06 de fevereiro de 2019
Presidente da Federação das Apaes do Espírito Santo reuniu-se com o novo Secretário de Educação do estado.
Para reforçar os laços com o atual governo do estado  em benefício das pessoas com deficiência, o presidente da Federação das Apaes do Espírito Santo (Feapaes), Vanderson Pedruzzi Gaburo, reuniu-se na última terça-feira, 06/02, com o novo Secretário Estadual de Educação, Vitor de Angelo. Também estiveram presentes : Washington Luiz Sieleman Almeida, Diretor Secretário da Feapaes; Maria Luiza Dadalto, Coordenadora de Educação da Feapaes e Presidente da Apae de Vitória; Eval Galazi, Diretor Social da Feapaes e Presidente da Apae de Colatina; Luiz Carlos Cuerci Fedeszen, Presidente da Federação das Associações Pestalozzi do Estado do Espírito Santo e Luciene Cardoso Costa Nery, Assessora Pedagógica da Federação das Associações Pestalozzi do Estado do Espírito Santo.
 
O objetivo da reunião foi dar boas -vindas ao novo secretário e agradecer  a prorrogação dos contratos que as instituições mantêm com a Secretaria de Educação (Sedu) para a oferta do Atendimento Educacional Especializado (AEE), que era um pleito das instituições.
 
Na ocasião, também, apresentou-se  um panorama geral do trabalho realizado pelas Apaes do estado e os resultados positivos alcançados. Nesse encontro foram debatidos outros pontos que precisam ser resolvidos  a futuro para dar sequência aos trabalhos.

O secretário demonstrou interesse em acolher as indicações feitas , que serão formalizadas através de um ofício, e autorizou o início das conversas sobre  a repactuação com a equipe técnica da Sedu.
 
"Essa agenda com o novo Secretário da Educação é fundamental para colocarmos ele a par do trabalho que as Apaes vêm desenvolvendo e levar as questões que precisam ser resolvidas para garantir a continuidade do contrato, principalmente com relação ao valor per capta, que está congelado desde 2014, e a quantidade de alunos que poderá ser atendida  esse ano, assim como a utilização do recurso", afirmou Gaburo.