Governo do Estado anuncia financiamento para projeto de ampliação da rede de cuidados à pessoa com deficiência no estado, realizado pela Feapaes-ES

foto destaque
Apae-ES
17 de maio de 2022
O anúncio aconteceu durante uma reunião entre os presidentes das Apaes do Espírito Santo e a Feapaes-ES
Durante uma reunião entre os presidentes das Apaes do Espírito Santo e a Feapaes-ES, que aconteceu na quinta-feira (5), o governador do estado, Renato Casagrande anunciou o financiamento para implantação do Projeto de Ampliação da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência no Estado, realizado pela Federação. Essa é mais uma conquista da instituição, que vem lutando há cerca de dois anos por essa nova política em prol da pessoa com deficiência intelectual.
 
O programa tem o objetivo de qualificar e ampliar a reabilitação, terapia e estimulação precoce de pessoas com deficiência intelectual e Transtornos do Espectro Autista (TEA) de todo o estado. Segundo Casagrande, o cofinanciamento dessa proposta é a consolidação de uma parceria entre o estado, as Apaes e coirmãs e as Pestalozzis.
 
“Agora nós damos mais um passo para fortalecer o trabalho dessas instituições”, disse o governador. Na ocasião, ele também reforçou a importância da efetivação do projeto, que prevê a estruturação do atendimento, estabelecendo pontos de atenção e qualificando centros de reabilitação. 
 
O intuito é formar uma equipe mínima de profissionais para realizar esses serviços em cada município, com médico clínico geral, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, psicólogo e assistente social.
 
“O anúncio do nosso Governador Casagrande é um momento muito feliz e aguardado. Nós propusemos esse debate à Sesa e temos dialogado sobre a construção dessa política que garante o financiamento na saúde para a estruturação de serviços de reabilitação para a deficiência intelectual e autismo, em parceria com as Instituições como as Apaes, que agora será efetivada. Um avanço para as pessoas com deficiência”, disse o presidente da Feapaes-ES, Vanderson Gaburo.
 
Alguns ajustes ainda estão sendo realizados juntamente com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e com o Governo para que a política dos Serviços Especializados em Reabilitação de Deficiência Intelectual e Transtornos do Espectro Autista (Serdia) seja lançada em breve.