Feapaes-ES garante assento e atuação em diversos espaços deliberativos das políticas públicas no Espírito Santo

foto destaque
Apae-ES
17 de agosto de 2021
Feapaes-ES está sempre em busca da garantia dos direitos das pessoas com deficiência através de políticas públicas que garantam a inclusão e proporcionem qualidade de vida para essas pessoas.
A Federação das Apaes do Estado do Espírito Santo (Feapaes-ES) está sempre em busca da garantia dos direitos das pessoas com deficiência através de políticas públicas que garantam a inclusão e proporcionem qualidade de vida para essas pessoas. Em 2021 a Federação obteve grandes conquistas através da garantia de assento e atuação em diversos espaços deliberativos das políticas públicas no Espírito Santo.

Neste ano, a Feapaes-ES foi eleita para compor o Conselho Estadual de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (CACS/FUNDEB), no âmbito do Governo do Estado do Espírito Santo.  É através desse conselho que são debatidas as políticas públicas de educação para as pessoas com deficiência.

A Feapaes-ES também foi eleita neste ano para representar a área de Deficiência Múltipla e continuar contribuindo na luta, defesa, ampliação e garantia dos direitos da pessoa com deficiência e no fortalecimento das políticas públicas para esse público no Conselho Estadual de Direitos da Pessoa com Deficiência do Espírito Santo (Condef-ES).

Além disso, a Feapaes-ES foi reeleita e dará continuidade à participação no Conselho Estadual de Saúde (CES).

Vanderson Pedruzzi Gaburo, presidente da Feapaes-ES ressalta a importância da atuação da Feapaes-ES nas proposição de políticas públicas. "É muito importante a participação da Federação nesses espaços, nos quais a gente defende políticas públicas para as pessoas com deficiência. Nosso foco de atuação é a busca do fortalecimento das ações e das políticas que visam o pleno desenvolvimento e as oportunidades para as pessoas com deficiência nas mais diversas áreas", diz Gaburo.