Pesquisar Apaes

Você deseja ir para qual instituição Apae? Clique nas setas para visualizar as opções.

Estado

Unidade

História

Movimento apaeano pela inclusão começa em 1954

 A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais começou no Brasil em 1954 a partir da iniciativa de norte-americana Beatrice Bemis. Quando chegou ao país, ela percebeu a carência de associações que defendessem essa causa, que tradicionalmente era bastante difundida nos Estados Unidos.

Em 1962, havia 16 Apaes no Brasil. Nesse mesmo ano, 12 representantes do movimento se reuniram em São Paulo para articular as ideias sobre o trabalho realizado.  Desse encontro,  nasceu a Federação Nacional das Apaes,  em 10 de novembro do mesmo ano.  Ao firmar sua sede em Brasília, a federação adotou como símbolo a figura de uma flor ladeada por duas mãos em perfil, desniveladas, uma em posição de amparo e a outra de proteção. Com o passar dos anos, o movimento apaeano se consolidou cada vez mais no território nacional.

Hoje há no país mais de 2 mil Apaes que atendem um universo de mais de 250 mil pessoas com deficiência intelectual e múltipla. Não é à toa que esse trabalho é   conhecido por tido como confiável por 93% da população, segundo uma pesquisa do Instituto Qualibest, encomendada pela Federação Nacional das Apaes em 2006.  

No Espírito Santo, movimento começa em Vitória

 O Movimento Apaeno começou no Estado na década 60, quando funcionava na capital o Instituto Educacional do Espírito Santo (Inedes), que prestava atendimento a crianças exepcionais.  Com a necessidade de ampliação do trabalho, sentiram a necessidade de criar uma entidade. Assim, a Apae de Vitória foi fundada em 7 de maio de 1965. Ela atendia a 50 crianças na época.

Em 10 de outubro de 1992, foi fundada a Federação das Apaes do Estado do Espírito Santo (Feapaes). Maria Luíza Dadalto, então vice-presidente da 8ª Regional Leste da Federação Nacional (que congregava as APAEs capixabas), foi eleita a primeira presidente da nova entidade. Na ocasião, o Espírito Santo possuía 16 Apaes. Hoje há 40 Apaes em todo o Estado.  Em 1997, a federação passou a funcionar em sede própria.

 A Feapaes é uma sociedade civil, filantrópica, de caráter educacional, cultural, assistencial, de saúde, de estudo e pesquisa, desportivo e outros, sem fins lucrativos, com duração indeterminada, congregando, como filiadas, as Apaes e outras entidades análogas.

Atualmente, as Apaes do Espírito Santo, instaladas em 40 municípios, atendem e 7.000 usuários e empregam, direta e indiretamente, cerca de 2.500 pessoas. O objetivo principal da Feapaes é promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas portadoras de deficiência, buscando assegurar-lhes o pleno exercício da cidadania. 

Para isto, a Feapaes promove capacitação dos profissionais do movimento apaeano capixaba; atua na defesa dos direitos das pessoas com deficiência mental e também das crianças e adolescentes; promove encontros e reuniões com o Poder Público na tentativa de conseguir para as Apaes e instituições congêneres mecanismos que possibilitem um melhor atendimento aos usuários e mantém acento em vários Conselhos de Defesa das Pessoas com Deficiência, da Criança e do Adolescente e  de Assistência Social.

Endereço:
Rua José Alexandre Buaiz, 300, Ed. Work Center Office, Sala 617 • Vitória • ES
E-mail:
[email protected]
Telefone:
(27) 32237035